As emoções desempenham um papel em quase todas as atividades de trabalho. Na verdade, eles impactam as ações diárias de cada um, as reações a determinadas situações e a forma como cada um se influencia. Portanto, é necessário administrar suas emoções para manter um relacionamento saudável dentro de sua equipe. Aqui estão algumas dicas para não se deixar dominar por suas emoções.

Saber administrar emoções e conflitos permite um melhor desempenho individual e coletivo.

O benefício das emoções

Gerenciar emoções se refere a como as pessoas influenciam seus próprios sentimentos e os dos outros e como eles os expressam. Na verdade, saber como expressar suas emoções é importante em todos os aspectos da vida e, em particular, no trabalho.

O gerenciamento eficaz das emoções é benéfico em vários níveis:

  • Ganhos imediatos quando os clientes estão mais inclinados a comprar produtos ou serviços
  • Uma repetição dos ganhos quando eles retornarem porque estão felizes com o serviço que receberam
  • Ganhos por contágio com novas demandas graças ao boca a boca
  • Ganhos internos por meio de processos mais eficientes graças a uma melhor comunicação e bem-estar da equipe

Além disso, o gerenciamento emocional eficaz pode incutir uma sensação de realização pessoal e aumentar a autoconfiança e o bem-estar. Pelo contrário, administrar mal suas emoções leva ao fracasso.

Jean administrou bem suas emoções?

Jean tem uma reunião com um cliente muito importante para solucionar o problema de uma máquina. Ao telefone, o cliente parecia aborrecido e até mesmo rude com ele. Já, da última vez, o relacionamento com esse cliente tinha sido turbulento.

Jean alerta seu gerente, que não lhe dá atenção. Ele preenche sua folha de missão e vai até o cliente com um veículo da empresa. Infelizmente, o tanque de gasolina não foi abastecido e Jean deve parar no primeiro posto de gasolina que encontrar. Jean está puto.

Na estrada, o trânsito é muito intenso e ele teme chegar atrasado ao compromisso. De repente, há um engarrafamento, os carros param. Jean se irrita e sente o nervosismo crescendo dentro dele …

Seu telefone toca, é o empresário de Jean quem vem ao noticiário. Num tom bastante seco, ele pergunta o que ele está fazendo porque o cliente está ficando impaciente. Jean não aguenta mais, ele explode, insulta seu empresário e desliga brutalmente.

Como Jean, às vezes sentimos emoções que nos levam a nos deixar levar e a expressar um sentimento do qual nos arrependemos.

Lamentamos isso porque não fomos capazes de controlar nossas emoções quando era possível. Além disso, a relação com o outro é perturbada e lamentamos porque o verdadeiro problema ainda não está resolvido.


A expressão de emoções

A capacidade de todos para expressar suas emoções é importante nas atividades profissionais e, principalmente, em trabalhos que envolvam um alto nível de interação entre os funcionários e com as partes interessadas.

Eles podem ser expressos de duas maneiras: na superfície e em profundidade.

  • Expressão superficial : envolve expressar as emoções exigidas no trabalho sem senti-las. Por exemplo, um funcionário pode sorrir para um cliente e esconder seus verdadeiros sentimentos. No entanto, a expressão superficial das emoções nem sempre pode parecer genuína, e a diferença entre o que os funcionários expressam e o que realmente sentem pode incomodá-los.
  • Expressão em profundidade  : Por outro lado, quando os funcionários expressam suas emoções em profundidade, eles realmente sentem o que estão mostrando. Este método exige mais esforço, mas, comparado à expressão superficial das emoções, produz melhor desempenho no serviço oferecido e melhor satisfação do pessoal envolvido.

Gerenciar suas emoções permite que você saia de conflitos

Costuma-se dizer que o conflito é vida. O conflito geralmente está na raiz dos desenvolvimentos. É uma fonte de informação, melhoria, renovação e mudança. Porém, dependendo de como o conflito é vivido pelas pessoas, ele terá uma conotação negativa ou positiva, ameaçadora ou produtiva, bloqueadora ou estimulante.

O conflito existe porque desperta a emoção, motor de todas as ações orientadas para uma solução positiva ou para uma situação de tensão. Portanto, é interessante saber administrar suas emoções e conflitos para uma melhor busca pela eficiência, mantendo o poderoso papel da emoção para relações profissionais mais ricas.

Assim, o gerenciamento das emoções promove a qualidade dos relacionamentos, ajuda a sair dos conflitos o mais rápido possível e permite ganho de desempenho.